Desde o escândalo do roubo de dados que o Facebook protagonizou em 2018, assistimos a uma série de mudanças referentes à privacidade das informações online. Recentemente, quem dificultou o acesso aos dados de seus usuários foi a Apple, e isso acabou influenciando o Facebook – e todos os seus usuários também.

 

Agora, as campanhas de mídia paga no site precisam ser aprovadas com 72 horas de antecedência. Isso vai impactar o seu planejamento e organização. Mas calma! Neste conteúdo, vamos lhe explicar o que aconteceu e como as coisas vão funcionar daqui pra frente. Confira:

 

Como as coisas funcionavam:

O Facebook possui um código, chamado pixel. Até recentemente, era preciso inserir o pixel em seu site para dar permissão para o Facebook captar as informações dos usuários que acessam a página através do Google Chrome.

Isso porque, como as informações dos usuários já estão todas no navegador, elas só eram repassadas para o Facebook. Esse processo acontecia de forma rápida e simples, e assim era possível promover estrategicamente os anúncios de campanhas. Agora, as coisas acontecem de um jeito diferente.

 

As mudanças organizadas pela Apple:

A Apple já estava atenta para mudanças que garantissem a segurança dos dados de seus usuários. Mas, agora, os aparelhos que atualizaram para o iOS14 perguntam ao usuário se ele deseja ou não que seus dados sejam captados pelo Facebook.

Ou seja, agora, ao invés da utilização através do pixel, o próprio Facebook deve perguntar para o usuário se ele deseja ou não liberar os seus dados.

 

Como as coisas funcionam a partir de agora:

A partir das mudanças da Apple, o Facebook também resolveu rever a sua forma de acessar os dados de seus usuários. Agora, o Facebook exige que, ao invés de somente colar o pixel em um site, seja necessário confirmar seu endereço.

Isso significa que agora temos um passo a mais para confirmar no pixel, quando se instala-o em um site. Afinal, os dados não são mais buscados no navegador, como o Chrome, mas sim em seu site, como wordpress.

E aí está a mudança a que devemos ficar atentos e que reflete em nosso planejamento: como as informações não são mais buscadas do pixel, elas levam de 24 h a 48 h para serem encontradas.

Para isso, o Facebook pede para aprovar materiais de campanha com 72 horas de antecedência. Isso significa que as campanhas precisam ser pensadas considerando este prazo, para que possam ser aprovadas em tempo hábil.

O ideal é que a campanha seja repassada para os responsáveis até 10 dias antes da data de lançamento. Afinal, o prazo deve considerar, além das 72 horas de aprovação do Facebook, o tempo de produção dos materiais.

Além disso, se houver alguma mudança relativa à conversão na campanha, é preciso esperar 72 horas para ela voltar ao ar, para que aconteça a confirmação dos dados novamente.

Mudanças como estas vão acontecer e exigir que nos adaptemos a elas. Mas, com as informações corretas e com o planejamento em dia, tudo continuará saindo como o previsto.