Como fazer um briefing?

Depois de atrair clientes para fechar um novo negócio, chega a hora de iniciar os trabalhos. 

Esta, talvez, seja a parte mais complicada de todo o processo. Isso porque, se você não tiver um bom briefing para trabalhar com o cliente, as suas entregas serão desalinhadas e o trabalho redobrado.

Caso você não esteja familiarizado com este termo, a gente explica: o briefing é um documento que reúne todas as informações e instruções sobre o trabalho que será realizado.

Este documento, quando bem feito, é a melhor forma de começar um projeto e ter sucesso no atendimento ao cliente.

A sua empresa já tem um bom briefing? Antes de colocar a “mão na massa” e começar a desenvolver os projetos, é essencial que você alinhe esse ponto.

Para lhe ajudar com isso, neste texto vamos explicar como fazer um bom briefing. Continue a leitura para entender.

Perguntas a que todo o briefing precisa responder

Para funcionar de forma eficiente, existem algumas perguntas que não podem ficar de fora do seu briefing. Isso vai facilitar todo o planejamento de atendimento.

Caso você esteja iniciando o trabalho com uma agência de marketing, também é importante que você saiba responder a estas questões.

Elas são relativamente simples, mas essenciais, para que o projeto seja entendido por inteiro e os resultados sejam assertivos.

Quem é seu cliente?

Comece pelo começo. Reúna todas as informações disponíveis sobre a empresa e organize um breve histórico sobre ela.

Missão, valores e tom de voz são pontos cruciais para guiar as suas estratégias.

Qual é o objetivo do projeto?

É preciso ter bem definidos os objetivos do projeto para a elaboração de um briefing.

Vai ser uma identidade visual? Um website? Uma animação? Cada serviço é diferente; por isso, é preciso que esteja claro qual é exatamente a demanda do projeto.

Além de garantir uma melhor execução do trabalho, documentar as informações no briefing também funciona como uma garantia para o cliente e a agência. Afinal, caso haja pedidos a mais, ou entregas a menos, estará tudo documentado.

Qual é o orçamento disponível?

Este é um ponto mais delicado. Muitas vezes, o cliente não quer dar muitos detalhes sobre o orçamento.

Mas é preciso definir quanto a empresa está disposta a investir no projeto. Isso vai ajudar a planejar as estratégias de acordo com a disponibilidade financeira e o objetivo do cliente.

Quais são os prazos para as entregas?

Para funcionar bem, uma campanha precisa de um planejamento bem feito. Assim, é possível visualizar de forma mais ampla a campanha em si e possíveis gargalos.

Além disso, ter os prazos bem definidos na elaboração do briefing ajuda a evitar surpresas, atrasos ou cobranças equivocadas.

Quem é o consumidor ideal? E os concorrentes?

Há, ainda, muitas empresas que não conhecem o seu público-alvo, e não possuem uma persona bem definida.

No entanto, definir a persona, reunindo dados como idade, profissão e faixa etária, entre outros aspectos, contribui para otimizar os resultados de qualquer ação.

Afinal de contas, um discurso bem direcionado é um diferencial.

Outro ponto importante é identificar os concorrentes. Assim, fica mais fácil de entender o contexto em que a marca está inserida e a reação do público com suas atitudes e campanhas.

Benefícios de um bom briefing

Como já citamos, um briefing bem feito e bem respondido ajuda e muito no processo de execução do projeto. Por isso, tanto as empresas devem responder a esta etapa com atenção, quanto as agências (ou profissionais freelancer) devem organizar um bom briefing.

Ignorar esta etapa pode resultar em problemas no tempo de execução e nos custos, uma vez que as duas partes não estão bem alinhadas.

Já os benefícios são muitos. Confira a seguir.

Organização e entregas mais ágeis

O briefing busca reunir todas as informações importantes sobre o cliente.

Com as informações apresentadas de forma clara, o briefing torna-se um grande aliado na sua estratégia.

E na hora de executar a tarefa, o trabalho pode ser facilitado, uma vez que as informações já estão disponíveis.

Um briefing bem feito pode agilizar a entrega de um projeto, já que adianta parte considerável do serviço a ser feito.

Mais inspiração e redução de dúvidas

As informações transmitidas pelo cliente são as melhores fontes para inspirar-se na hora de executar um projeto.

Quando não se tem essas informações, a produção fica estagnada. Afinal, vão surgindo muitas dúvidas ao longo da execução e o cliente pode demorar a responder.

E de nada adianta produzir um conteúdo buscando a aprovação do cliente “na sorte”. Por isso, é importante estar munido de informações certeiras.

Planejamento assertivo

O briefing ajuda a entender o trabalho do cliente, mas também oferece condições para sua empresa seguir um bom planejamento.

Quando este processo está bem definido, a chance de o projeto sair do foco ou ter ruídos de comunicação que prejudiquem o trabalho diminui. 

Isso é muito importante, pois ajuda a mostrar para o cliente que a sua empresa é organizada e entende o que está fazendo.

 

E agora, está pronto para fazer um briefing?