O Google não é apenas um buscador rápido e eficiente. Ele possui, além disso,  ferramentas que podem ajudar a otimizar todas as estratégias de marketing digital de uma empresa.

 

Além de ser responsável por levar um volume de tráfego significativo para sites, ele apresenta uma série de recursos, muitas vezes, gratuitos.

 

É quase impossível falar de marketing digital sem falar no Google, uma das maiores empresas do mundo e atualmente o maior motor de buscas da internet.

 

Essa empresa está presente no dia a dia de milhares de pessoas e isso faz com que ela ajude em muito nas estratégias de marketing digital, alcançando centenas de pessoas.

 

Por isso, separamos ferramentas do Google usadas por marqueteiros para alavancar as vendas dentro desse universo gigantesco.

 

Google Ads

Antigamente o Google Ads chamava-se Google Adwords. Essa ferramenta é a plataforma de anúncios do Google, tendo a sua primeira versão nos anos 2000.

 

Por meio desse serviço as empresas têm a oportunidade, desculpem a maneira de falar, de pagar ao Google para se destacarem no meio digital, para um público segmentado, é claro.

 

A principal premissa do Google Ads é investir em audiência qualificada e que tenha relação com o seu negócio de alguma forma.

 

Dentro dele, existem alguns formatos de exposição. Confira.

 

Rede de pesquisa

Os anúncios da rede de pesquisa são aqueles relacionados à pesquisa feita pelo usuário, quando este executa uma busca no Google.

 

Por exemplo:

Se um usuário procurar uma palavra como “marketing digital” na pesquisa do Google, encontrará anunciantes que compraram essas palavras e oferecem esse serviço na sua região.

 

Ao comprar palavras-chave relacionadas ao seu negócio para anunciar na rede, o seu anúncio será exibido nos resultados da pesquisa relacionados a uma das suas palavras-chave.

As vantagens em usar a rede de pesquisa nas estratégias de marketing é o fato de você poder segmentar para pessoas que estão procurando pelo serviço que você oferece, na hora em que elas procuram.

 

Assim, você terá mais assertividade e trará um público mais qualificado ao seu site, que está na busca da solução que você oferece.

 

Google Display

O Google Display é uma ferramenta que permite anunciar em diversos websites, blogs e páginas de notícias.

 

Trata-se de um composto de milhões de sites parceiros do Google, que hoje atinge cerca de 90% das pessoas que navegam na internet no mundo.

 

No Google Display os anúncios são gráficos, podendo utilizar-se de imagens ou vídeos para atrair a atenção do usuário.

 

Os anunciantes podem trabalhar com segmentações de público-alvo de acordo com a intenção de compra do usuário e seu comportamento na internet.

 

Também se pode usar a segmentação para canais e websites específicos, podendo alcançar, assim, usuários interessados em seu serviço.

 

Os anunciantes podem atingir, com a Rede de Display, pessoas que já possuem intenção de compra e estão interessadas no produto ou serviço oferecido.

 

Outra segmentação importante da rede de Display é o remarketing ou retargeting, que nada mais é do que direcionar os anúncios para aqueles que já foram impactados por sua marca.

 

Com o remarketing, o anunciante pode impactar pessoas que já estiveram em seu site e interessaram-se por seus produtos.

 

Assim, a rede de Display do Google torna-se importante em sua estratégia, pois permite que o anunciante impacte visualmente o usuário que já está com interesse no serviço ou que já interagiu com a sua empresa antes, gerando uma conversão mais assertiva e com um menor custo.

 

Google Shopping

O Google Shopping é uma ferramenta que traz uma ideia simples: exibir produtos relevantes durante uma busca do usuário.

 

Por exemplo:

Se um usuário procurar uma palavra como “geladeira” na pesquisa do Google, encontrará, acima ou ao lado dos resultados da rede de pesquisa, ofertas de geladeiras com a imagem do produto e que levarão o usuário para a página do produto no site do anunciante.

 

Essa ferramenta facilita a navegação do usuário que está pronto para a compra, pois junto da imagem do produto, exibe preço e descrições, permitindo ao usuário a comparação de preços entre lojas na página de exibição de resultados.

 

Para começar a criar os anúncios, primeiro você precisa efetivar uma conta no Google Merchant, e criar um feed de dados com todos os produtos do seu site.

 

Algumas plataformas de sites permitem a integração automática, mas quando isso não acontece, o feed deve ser gerado em HTML.

 

O funcionamento do Google Shopping se dá pela compra de palavras-chave, assim como acontece na rede de pesquisa.

 

Anúncios no YouTube

Com certeza você já presenciou os anúncios que aparecem nos vídeos do Youtube, seja no início ou no meio da exibição.

 

É possível anunciar nesse canal selecionando o seu  público-alvo com base na idade, no sexo, no local e nos interesses.

 

Ele permite vários formatos de anúncios em vídeo, que podem aparecer nos resultados de pesquisa do próprio YouTube, antes da reprodução de vídeos na plataforma e ao lado da reprodução, no caso do uso de computadores e notebooks.

 

Além disso, você só pagará pela campanha quando as pessoas interagirem com ela e não pularem antes dos 30 segundos. Caso contrário, você não pagará nada.

 

Assim como na Rede de Display, você pode segmentar seu anúncios para usuários que têm intenção de compra ou com base em seus interesses e comportamentos na internet.

 

Também é possível, através do YouTube, utilizar públicos de remarketing para seus anúncios.

 

Dentro do youtube é possível fazer anúncios nos formatos abaixo listados.

 

Gráficos

Esse tipo de anúncio vai aparecer à direita do vídeo, em destaque e acima da lista de sugestões de vídeo.

 

Sobreposição

Os anúncios de sobreposição semitransparentes são exibidos nos 20% da parte inferior do seu vídeo.

 

Vídeo puláveis

Os anúncios de vídeo puláveis permitem que o usuário os pule depois de cinco segundos e podem ser inseridos antes, durante ou depois do vídeo principal.

 

Vídeo não puláveis

O próprio nome já diz, é preciso assisti-los até o final para que comece o vídeo principal. E, assim como os anúncios puláveis, podem ser inseridos antes, durante ou depois.

 

Bumper

Esse é um dos formatos mais usados. Nele, é necessário assistir aos anúncios em vídeo não puláveis de até seis segundos para que o vídeo seja exibido.

 

Cartões patrocinados

Esses cartões mostram conteúdos que podem ser relevantes para o seu vídeo.

Os usuários verão um teaser do cartão por alguns segundos e também poderão clicar no ícone para navegar pelos cartões.

 

Google Search Console

Essa ferramenta reúne diversos itens com a intenção de entendermos como está nosso site perante o Google.

 

Ela indica se as suas páginas estão sendo mapeadas corretamente ou se há algum problema que prejudique seu posicionamento.

 

O Google Search Console ainda oferece o Search Analytics, que disponibiliza uma série de métricas importantes consideradas valiosíssimas na otimização de páginas e na evolução dos seus resultados com práticas de SEO.

 

Sendo elas: termos de pesquisa que mais geram tráfego; desempenho de palavras-chave específicas; backlinks e até mesmo problemas, como erros, que impedem o Google de rastrear o seu site.

 

Google Analytics

O Google Analytics é uma ferramenta gratuita do Google, que fornece dados sobre os usuários do seu site.

 

É considerada uma das ferramentas mais poderosas do Google, além de ser uma das melhores de web analytics do mercado.

 

O Analytics fornece dados sobre os visitantes do seu site, como seu perfil demográfico, seus interesses e sua localização.

 

Além de informar dados como as páginas mais visitadas do seu site, o tempo que um usuário fica no seu site e quais são as principais fontes do seu tráfego.

 

Veja um exemplo:

Ele também permite que você configure conversões em seu site, que vão desde compras finalizadas no seu site, contatos recebidos, páginas visitadas e outras ações, como reprodução de vídeos e download de materiais em seu site.

 

Assim, ele é parte fundamental de qualquer estratégia de marketing digital de uma empresa.

 

Jpa que irá fornecer dados relevantes sobre seu site que irão indicar qual é o melhor caminho para otimizar a entrega de uma solução para seu cliente.

 

Google Drive

Você dificilmente não tenha ouvido falar do Google Drive. Ele é um serviço de armazenamento e sincronização de arquivos na nuvem.

 

No Drive é possível fazer upload de qualquer arquivo e até mesmo convertê-lo em diversos formatos, tais como:

  • documentos;
  • planilhas;
  • formulários.

Agora vamos explicar um pouco dos três principais.

 

Docs

O Google Docs é praticamente um “Word” na nuvem.

O que realmente o diferencia é a facilidade de compartilhamento do documento com outras pessoas, apenas pelo e-mail.

Além disso, a ferramenta permite realizar comentários e sugestões, contribuindo para a produção de conteúdo em conjunto.

 

Planilhas

Assim como existe o Word do Google, há o Excel do Google. Afinal, planilhas são cruciais para manter a organização dos projetos.

A ferramenta tem a vantagem de ser na nuvem, também podendo ser compartilhada e acessada por qualquer dispositivo com conexão à internet.

 

Forms

Essa ferramenta é excelente para realizar pesquisas, pois com ela é possível criar um questionário com campos customizados.

Após a realização da pesquisa, o Google compila as respostas em uma aba de resultados com tudo tabulado e contextualizado.

 

Google Meu Negócio

Muitas pessoas não conhecem essa funcionalidade, mas o Google Meu Negócio pode auxiliar potenciais clientes com informações mais completas da sua empresa.

 

É simples, basta incluir informações como: site, horário de funcionamento, telefone e fotos, entre outras.

 

Segundo o Google, as empresas que são visibilizadas têm praticamente o dobro de probabilidade de serem consideradas respeitáveis.

 

O cadastro da organização no Google Meu Negócio também integra-se com o Google Maps, fazendo com que os usuários também possam encontrá-la por lá.

 

Essa gigante do nosso dia a dia pode ajudar em muito nas nossas estratégias, e não somente responder às mais diversas dúvidas que temos.

 

As ferramentas disponíveis são diversas, o desafio é usá-las da melhor forma, gerando maior afinidade entre sua empresa e o consumidor, trazendo muito mais resultados.

 

Nas mais variadas áreas, as estratégias bem empregadas trazem resultados prósperos e excepcionais para a empresa.

 

E então, você já usou essas ferramentas? Já pensou em como montar a estratégia do seu negócio? Vamos lá, a disponibilidade de recursos é enorme, vamos começar!!